quinta-feira, 6 de maio de 2021

Regresso ao passado

A nossa mãe partiu um pé e foi operada de urgência 🚑 mas já está em recuperação, na Casa Azul.

E nós estamos a recuperar: as rotinas que tínhamos com a Avó; muito do equipamento que usávamos - cadeira de rodas, andarilho, campainhas, entre outros - e as nossas típicas conversas "amanhã preciso sair às tantas horas, vais estar em casa?" :)

sábado, 1 de maio de 2021

1º de Maio > o saborear da liberdade, em 1974 e em 2021 também...

 No jornal de 28.04.1974 já se falava na possibilidade de celebrar o 1º de Maio sem repressões e considerá-lo feriado nacional:


capa de 01.05.1974

segunda-feira, 26 de abril de 2021

25 de Abril de 1974 > rescaldo e dias seguintes

 O Avô tinha acesso a muita informação, a bastante imprensa e gostava de guardar tudo.
Graças a esse hábito, temos a casa cheia e um arquivo bastante rico. :)

Entre os muitos jornais, encontrámos estas edições dos dias 26, 27 e 28 de Abril de 1974, com um relato fresco e completo do que aconteceu.
Partilhamos alguns recortes com pormenores.

capas do dia 26.04.1974
à semalhança do início da pandemia...
no nosso distrito
nem tudo foi pacífico...

capas de 27 e 28.04.1974

domingo, 21 de março de 2021

O nosso Eddie


 O Eddie é o nosso cão vizinho.

Sempre que abríamos a persiana da janela do quarto da Avó, ele subia o muro e ladrava para nós. Tornou-se uma dinâmica e uma brincadeira nossa.

Quando a Avó morreu, o Eddie deixou de ladrar, durante uns tempos, mesmo naqueles dois dias em que a nossa rua ganhou uma nova agitação, com carros e pessoas desconhecidos, que, noutra altura, o teriam feito ladrar sem parar.

O nosso Eddie 😍

Quintal da Casa Azul

 Sempre que passávamos por quintais/hortas/terrenos abandonados, o Avô expressava a sua tristeza. E nós acabámos por também ficar com o mesmo sentimento.

A vida escreve direito por linhas tortas, por isso conseguirmos continuar a tratar da horta da Casa Azul é uma forma de homenagear os avós.

O amor

 Partilhar o amor, aos olhos de pessoas muito talentosas 😍





As flores do Avô

Tia: o Avô gostava muito destas flores.
Nós: como se chamam?
Tia: não sei.
Tio: flores do avô!